Professores das escolas municipais de Guaraí planejam aulas com recursos digitais para retomada no formato não presencial

Professores da Rede Municipal da Educação de Guaraí estão produzindo vídeos e demais materiais digitais para o retorno das aulas NÃO PRESENCIAIS.

No lugar da sala de aula e do quadro branco, uma tela de computador ou até mesmo o aparelho de celular. A partir da próxima quarta-feira, 1º de julho, a rotina de alunos e educadores da Rede Municipal da Educação de Guaraí será pelo formato não presencial.

Por isso, os professores finalizaram uma formação em práticas de ensino não presenciais, visando ao conhecimento, preparação e elaboração de atividades remotas para oferta do ensino e aprendizagem via recursos de mídia.

Muitas atividades interativas, jogos e brincadeiras on-line, além de contações de histórias é o que promete a educadora (monitora) na Escola Municipal Leôncio de Sousa Miranda, Rosane de Cassia Castro Silva. Ela disse que passou esta semana gravando vídeos e preparando materiais digitais para as aulas. “Estou muito concentrada para que as crianças tenham acesso a uma melhor explicação das matérias e correção das atividades. Tudo muito novo, mas é a oportunidade de aprendermos mais sobre essa nova forma de ensinar”, contou.

Muitas atividades interativas, Jogos e brincadeiras on-line, além de contações de histórias é o que promete a educadora (monitora), Rosane de Cassia Castro Silva (E).

De acordo com o secretário municipal da Educação, Sebastião Mendes, inicialmente, as aulas on-line estarão focadas em revisão de conteúdo dos meses de fevereiro e março. Ele reforçou que na plataforma escolar, os mais de 2,3 mil alunos terão acesso às listas de exercícios, vídeo aulas, resumos e orientações. “Por lá, professores poderão acompanhar a frequência dos alunos, e saber quem está resolvendo as atividades passadas. É algo novo, estamos todos reaprendendo o passo a passo da educação neste período de pandemia. A criança precisa fazer parte deste processo e sentir a presença da escola”, avalia.

Desafio
Um novo desafio para os profissionais da educação, os professores precisam se reinventar para uma nova etapa na sua profissão. A professora Daiane Quirino Marangoni acredita que apesar das dificuldades de acesso às mídias, os alunos irão gostar dos novos meios de ensino. “Pois as aulas estão sendo preparadas com bastante ludicidade e criatividade. Sem contar que as crianças de hoje amam mexer no celular ou computador. Sendo assim, creio que não terão dificuldades em se situarem no novo meio de ensino”, disse a educadora da Escola Municipal Maria do Socorro Coelho Silva.

Professora Daiane Quirino Marangoni planejando aulas digitais para seus alunos.

Em tempos de quarentena, a tecnologia mostrou ser uma grande aliada, principalmente da educação. Enquanto as escolas continuam vazias, as salas de aulas virtuais estão sendo a melhor forma de acesso ao aprendizado. “Acredito que a tecnologia nos proporciona conhecimentos e abre nossa mente para esta nova realidade que estamos vivendo. E não podemos ficar estagnados pelo fato de não estarmos tendo aulas presenciais”, defendeu a educadora Rosane de Cassia.

No final da entrevista, a educadora Rosane deixou um recadinho para os mais de 2.300 alunos da Rede Municipal da Educação de Guaraí. “Olá crianças! Estou aqui para dizer que sinto muita saudade de vocês, e que em breve estaremos juntos, mas de uma forma diferente. As escolas estão preparando tudo com muito carinho e dedicação para vocês. Nós sabemos que não vai ser fácil, mas vamos conseguir”.

Na plataforma escolar, os mais de 2,3 mil alunos terão acesso às listas de exercícios, vídeo aulas, resumos e orientações.
A educadora Rosane de Cassia deixou um recadinho para os mais de 2.300 alunos da Rede Municipal da Educação de Guaraí.
A professora Daiane Quirino Marangoni acredita que apesar das dificuldades de acesso às mídias, os alunos irão gostar dos novos meios de ensino.

Facebook Comments